Em AL, indígenas e profissionais da saúde terão prioridade na vacina

Horas após aprovação emergencial das vacinas Coronavac e Astrazeneca pela Anvisa, governador anunciou que Alagoas deve receber cerca de 70 mil doses no primeiro lote
Share on facebook
Share on twitter
Share on pocket
Share on whatsapp
Frasco rotulado como vacina contra Covid-19 em foto de ilustração
Reuters/Dado Ruvic

Em transmissão ao vivo, em sua página do Instagram, o governador Renan Filho anunciou que Alagoas deverá receber um primeiro lote com cerca de 70 mil vacinas Coronavac, e a prioridade na destinação seguirá para a população indígena, profissionais de saúde e idosos que residem em abrigos.

O anúncio ocorreu na noite deste domingo, 17, horas depois da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (Anvisa) ter anunciado a aprovação unânime, em caráter emergencial, das vacinas Coronavac e Astrazeneca. Renan Filho seguiu para São Paulo, onde deverá participar de uma solenidade de entrega das vacinas realizada pelo Ministério da Saúde, na manhã desta segunda, 19, junto aos demais governadores do país. Na oportunidade, outras orientações deverão ser trazidas.

Neste momento, 6 milhões de doses de vacinas Coronavac serão alocadas em todo o território nacional e, segundo o governador, as primeiras vacinas serão distribuídas com base na proporção populacional de cada estado em relação ao país. O número não leva em conta, entretanto, a distribuição específica para a população indígena, que tem prioridade na imunização.

Ainda segundo Renan Filho, a quantidade de vacinas recebidas será dividida em duas, em razão da necessidade de repetição da dose, o que garante a imunização – ao menos neste primeiro momento, a aproximadamente 35 mil pessoas.

O governador acrescentou na publicação que outros lotes deverão ser recebidos ao longo dos meses, uma vez que a estimativa é de que o Instituto Butantan produza 100 mil doses até abril deste ano. A outra expectativa vem em torno da vacina de Oxford, em parceria com a Fiocruz, a Astrazeneca.

Ainda pelas redes sociais, o governador havia anunciado horas antes ter articulado o reforço logístico da Segurança Pública para o Plano Estadual de Imunização para Covid-19, de modo a garantir vacina nas próximas 24 horas em todas as regiões do Estado.

A notícia traz ainda uma série de expectativas como, por exemplo, a respeito do Plano Estadual de Vacinação – que Renan Filho anunciou sua apresentação para esta segunda, 18.

A Mídia Caeté segue acompanhando as notícias sobre a vacina.

Apoie a Mídia Caeté: Você pode participar no crescimento do jornalismo independente. Seja um apoiador clicando aqui.

Recentes